Marmoraria

A  Fondazione Torlonia, pertencente à família de mesmo nome, que por anos foi a responsável por administrar as finanças do Vaticano, possui uma coleção de mais de 620 esculturas de figuras mitológicas, deuses e imperadores romanos estruturada através de várias aquisições, escavações arqueológicas e a reorganização de esculturas entre as várias residências da Família Torlonia de coleções inestimáveis compiladas por famosas famílias romanas entre os séculos XV e XIX.

Para restaurar esse acervo, que por centenas de anos teve suas visitas restritas a um seleto grupo de pessoas, a Fondazione se juntou à Maison Bvulgari e agora uma amostra está aberta ao público juntamente com a inauguração do Palazzo Caffarelli recentemente reformado pelo renomado arquiteto David Chipperfield e integra a área artística dos Museus Capitolinos.

“A vocação de um joalheiro é transformar os dons da natureza em criações de beleza atemporal. Portanto, era natural que estivéssemos interessados em apoiar um projeto que visa devolver ao público esta herança de esculturas de mármore criadas ao longo dos séculos por extraordinários talentos artísticos gregos e romanos. Esta restauração é uma celebração de nossas raízes culturais, de uma sensibilidade estética que ainda temos até hoje e que nos torna especiais. Na Fondazione Torlonia, encontramos um parceiro determinado, apaixonado e altamente profissional. Estou certo de que os visitantes que finalmente poderão admirar de perto a beleza pura e a força expressiva das estátuas da Coleção Torlonia ficarão impressionados nos seus olhos e na sua mente por muito tempo”. CEO da Bvlgari, Jean-Christophe Babin.

Um riquíssimo acervo de 96 esculturas, com peças que datam desde o século V a.C. até o século IV d.C., foi selecionado para a exposição, dentre eles a deusa egípcia Ísis, esculpida em mármore negro polido, a divindade Héstia e um bode esculpido pelo prestigiado artista italiano Gian Lorenzo Bernini, que estará disponível até o dia 29 de junho de 2021 (Roma).

As estátuas imponentes são apenas uma das inúmeras aplicações possíveis do mármore e remetem para um período de extrema valorização de peças artísticas tão exaltadas até os dias atuais, que nos fazem reviver o passado em uma experiência única de enriquecimento cultural.